Comunicação ›› Informações rodoviárias

  • 18/02/2021

Grande Londres: novos requisitos de circulação

(atualizado às 11h00 do dia 26/02/2021)
A autoridade britânica - Transport for London (TfL) - desenvolveu um sistema - Direct Vision Standard (DVS) – cuja utilização passa a ser obrigatória, a partir de 1 de março, para veículos pesados ​​com mais de 12 toneladas (categoria N3), que circulem na área denominada "Grande Londres" (dentro desta área).

O Sistema DVS irá medir em termos quantitativos, a visão direta do condutor desde a cabine do veículo e a mesma será classificada entre 0 e 5 estrelas.

Os veículos com classificação de zero estrelas serão interditos de circular na “Grande Londres” a não ser que instalem determinados equipamentos de visão direta no veículo.

Numa 1ª fase os veículos classificados a partir de 1 “estrela” poderão aceder à “Grande Londres”. Contudo a partir de 1 de janeiro de 2024, será exigido no mínimo 3 “estrelas”.

Para os veículos classificados no mínimo com 1 “estrela” e no máximo 5 “estrelas”, será necessário solicitar à TfL uma autorização - que não terá qualquer custo - para circular na Grande Londres.

Entre outros documentos, será necessário, caso a TfL não tenha essa informação disponível na base de dados, que o fabricante/representante do veículo em Portugal emita um documento no qual faça constar a classificação por estrelas do “Direct Vision Standard” para o veículo em questão (somente para classificação de 1 a 5 estrelas).

As autorizações a serem emitidas pela TfL serão válidas de acordo com o seguinte calendário:

- veículos adaptados aos requisitos técnicos, mas com zero estrelas: até outubro de 2024;

- veículos com 1 ou 2 estrelas: até outubro de 2024;

- veículos com 3, 4 e 5 estrelas: válidos por 10 anos.


Para se solicitar as autorizações, será necessário:

1. Veículos com 1 a 5 estrelas na classificação da “DSV”

Na página web da TfL - DVS VRM Checker - Transport for London (tfl.gov.uk) – é possível efetuar uma comprovação do número de estrelas atribuído ao veículo, introduzindo a matrícula do mesmo. Caso seja possível comprovar o número de estrelas, será emitida a respetiva autorização.

Contudo, se não existirem dados na base de dados da TfL sobre o veículo em questão, o pedido de autorização deve acompanhado dos seguintes documentos:

  • Documento Único Automóvel;
  • Certificado de qualificação de estrelas DSV – Direct Standard Vision - emitido pelo fabricante/representante (terá de ser solicitada à marca do veículo informação sobre este certificado).

2. Veículos com zero estrelas na classificação da “DSV”

Os veículos cujo classificação “DSV” de estrelas seja zero (a maioria dos tractores novos ou usados), poderão obter uma autorização válida até 25 de outubro de 2024, desde que efetuem melhorias no veículo em termos de segurança (ver info. adicional sobre este equipamentos).

Os equipamentos mínimos a instalar no veículo são os seguintes:

1. Incremento da visão indireta e apoiar o motorista a ver melhor ao redor do veículo:
  • espelhos de classe V e VI;
  • sistema de visualização do exterior através de uma câmera;   
  • sensores com alertas para minimizar o impacto físico com um possível “obstáculo”.

2. Alerta aos usuários da estrada sobre manobras planeadas:

  • Aviso sonoro de manobra para curvas à esquerda (ou direita se o veículo for conduzido à esquerda);
  • Sinais de aviso (dísticos).

3. Para minimizar o impacto físico:

  • Proteção lateral inferior.

4. Formação do motorista (recomendada).

(11h00 - 26/02/2021)
No caso dos veículos classificados como "zero estrelas" (a maioria dos tractores novos ou usados), os proprietários desses veículos podem solicitar a autorização sem necessidade de enviar o certificado "zero estrelas" emitido pela marca.
Para o efeito, será necessário submter à TfL - Transport for London - uma declaração informando a TfL que se encontram a apresentar uma “auto-certificação” de um veículo 0 estrelas. Essa declaração deverá ser submtida (link para a submissão do pedido) na lingua inglesa e deverá conter os seguintes elementos:

- nome da empresa;
- matrícula do veículo;
- marca e modelo do veículo;
- no texto da declaração deverão informar a TfL que estão a solicitar uma autocertificação de classificação de zero estrelas para o veículo em questão.

Posteriormente, a TfL irá enviar uma confirmação em como a base de dados foi atualizada e de seguinda, a empresa poderá efetuar o pedido de autorização para "zero estrelas" para o seu veículo, desde que os equipamentos de segurança tenham sido instalados.

Tal como consta no site da TfL, os proprietários dos veículos podem solicitar um período de adaptação de 90 dias de dispensa da autorização necessária para circular em Londres. Este pedido, deverá dar entrada antes do dia 1 de março. Para o efeito, deverão ser submetidas evidências do instalador/fornecedor dos equipamentos de segurança (aquisição ou agendamento para instalação) com os detalhes dos mesmos, onde conste os dados do veículo em causa. Aborde este tema com o representante da marca do veículo.
O pedido deve ser submetido para o seguinte e-mail:
DVSGracePeriod@TfL.gov.uk.

A T
fL analisará o pedido e enviará uma confirmação por escrito do resultado.

Logo que o equipamento de segurança "Safe System" seja instalado, a empresa deve seguir o processo de aplicação para o pedido de autorização de estrelas DVS. Informação adicional neste link.

Na solicitação da autorização será necessário, após terem sido instalados os equipamentos de segurança, serem submetidas “fotos” que demonstrem os equipamentos de segurança instalados (ver informação adicional neste link).

Para mais informações consulte o link - https://tfl.gov.uk/info-for/deliveries-in-london/delivering-safely/direct-vision-in-heavy-goods-vehicles.

Neste link – encontra-se também um guia de orientação para o pedido de autorização.

Os veículos que não tenham a referida autorização para circular na Grande Londres, serão objeto de contraordenação.

Fonte: TfL


« voltar